cheap love, sheet's love, shit love





P.S. Para voltar à "home" ou sair, clicar no símbolo em baixo:

quarta-feira, agosto 25

Luz cor de manga no teu ombro. Pele casca de laranja, obviamente desejando-me a mim como eu a ti. Olhos de maracujá, ácidos, coloridos, sem cor definida e no entanto, deliciosos e de ser perder.
Estou com fome, estou faminto, o meu coração agora mora no estômago e estou simplesmente a morrer de fome, a morrer de fome por um pedaço teu. Quer seja o teu ombro nu, quer seja os teus olhos incoloridos, quer seja as tuas mãos cruzadas, quer seja o teu cabelo ondulante, quer seja o teu pescoço giratório, quer seja o teu profundo umbigo, o que quer que seja, não quero saber. Estou a morrer de fome. Mas não te preocupes, no que toca a esta fome sou vegetariano, por isso, não te vou fazer mal.

8 Oh Leopold!:

Girl in Motion disse...

adorei as frutas. adorei o texto +.+

Lydie disse...

muito muito bom miguel! :)

nikkie nevermind disse...

dude, estou a ficar viciada no teu blogue e acho que não há clinicas de reabilitação. ( stupid phrase ever )

Mel disse...

adorei.

carolina disse...

ei oh miguel, fiquei a ler este tipo muitas vezes seguidas. esta mesmo bom.

m. disse...

GOSTEI MUITO MIGUEL :))

rita disse...

está fantastico

m. disse...

José Cid - Vem Viver A Vida, Amor

odeio o gajo mas gosto da frase x))
tenho saudades dos dodos, relio no outro dia e meu deus, escrevias coisas tão simples e com tanto sentido apra mim, era optimo.

Enviar um comentário

fajsdçlkajsdlaçj (Y)