cheap love, sheet's love, shit love





P.S. Para voltar à "home" ou sair, clicar no símbolo em baixo:

domingo, fevereiro 6

Sonhamos com o mundo, sonhamos com as pessoas, sonhamos com as situações. Sonhamos com todo o mundo, sonhamos com todas as pessoas, sonhamos com todas as situações. No entanto, porque continuamos adormecidos? Como neve acabada de se instalar no cume dos montes e das serras, ficamos à espera, ficamos à espera e à espera. Esperamos que nos comecemos a derreter, esperamos que nos transformemos em água, para começar a correr que nem loucos pelos montes e serras abaixo. Abaixo a prisão, olá liberdade verde.
Mas são só sonhos, eu continuo a dormir, e tu também. E quando acordarmos, já nem do sonho nos lembramos. E assim esquecemos-nos do mundo, das pessoas, das situações. Descemos os montes e as serras, mas não a correr que nem loucos, simplesmente, descemos, e vamos descendo, a descer. Eternamente a descer, até pararmos, para mais uma vez deitarmos-nos na nossa cama, adormecer e voltar a sonhar com o mundo, voltar a sonhar com as pessoas, voltar a sonhar com as situações. Todo, todas e todas.

2 Oh Leopold!:

émmana disse...

sonhar é ter a certeza que iremos acordar, espero que as vezes a vida seja isso e a morte quando acordarmos.

Eleonora Proganó disse...

ESTAVA A VER QUE VOCÊ NUNCA MAIS POSTAVA HOME, DAMN YOU, QUE ADORO LÊ-LO!

Enviar um comentário

fajsdçlkajsdlaçj (Y)